Os livros de 2017

Como estamos em clima de retrospectiva, vou optar por uma tradição que tento realizar há anos, mas sempre fica no papel: a lista dos livros que li nesse ano. Portanto, lá vai a de 2017:

  1. Ana Karenina – Liev Tolstoi
  2. Alguns poemas e + alguns – Jorge Salomão
  3. Divina Comédia – Dante
  4. Dom Quixote – Cervantes
  5. A República – Platão
  6. A Política – Aristóteles
  7. Apologia de Sócrates – Platão
  8. O homem nu – Fernando Sabino
  9. O Cortiço – Aluísio Azevedo
  10. Os Sertões – Euclides da Cunha
  11. 10 Dias Que Abalaram O Mundo – John Reed
  12. Entendendo a Filosofia: Um guia ilustrado – Dave Robinson
  13. A Ilha – Fernando Morais
  14. Fedro – Platão
  15. O discurso do método – Descartes
  16. Odisseia – Homero
  17. Os Lusíadas – Camões
  18. Dialética do Esclarecimento – Adorno
  19. One Device – Brian Merchant
  20. Big Data for Dummies
  21. Data-Ism – Steve Lohr
  22. A anatomia de um desastre – Claudia Safatle, João Borges e Ribamar Oliveira
  23. Everybody lies: what the internet can tell us about who we really are – Seth Stephens-Davidowitz
  24. Fahrenheit 451 – Ray Bradbury
  25. A identidade cultural na pós-modernidade – Stuart Hall
  26. Cidadania, Um Projeto em Construção – Org. André Botelho e Lilia Schwarcz
  27. Em nome dos pais – Matheus Leitão
  28. A Sociedade do Espetáculo – Guy Debord
  29. O Show do Eu – A Intimidade Como Espetáculo – Paula Sibilia
  30. Agenda Brasileira: Temas de Uma Sociedade Em Mudança – Org. André Botelho
  31. O Nome da Rosa – Umberto Eco
  32. A Moderna Tradição Brasileira – Renato Ortiz
  33. Cultura Brasileira e Identidade Nacional – Renato Ortiz
  34. Grande Sertão – Veredas – Guimarães Rosa
  35. Raízes do Brasil – Sérgio Buarque de Holanda
  36. Poemas de Álvaro de Campos – Fernando Pessoa

No total, foram 36 títulos lidos em 2017, podendo ir para 37, caso eu termine de ler mais um até dia 31.

Até que o ano foi produtivo. 🙂

Quais vocês leram?