Nova rotina, novos hábitos

Publicado em 18 de maio de 2020, às 19:55 | Dia a dia

“Há um mundo fora da janela, mas este mundo não é o meu”. Repito essa frase desde que comecei a encarar a quarentena como uma nova realidade. Não para menos: se, quando iniciei os diários, eu esperava apenas um mês sem sair de casa, o prazo agora é indeterminado. O que é bem inquietante, aliás.

Decidi encarar esse fato como uma nova realidade. Afinal, ultrapassei a marca de trinta dias sem sair de casa. Devagar, muitas coisas foram remarcadas para o fim do ano ou 2021 ou remodeladas. Por que, então, manter aquela vida de antes? Não fazia o menor sentido.

Iniciei um esquema de novos hábitos e rotinas. Deixei o que havia antes da COVID-19 no passado e criei uma vida como se vivesse em um mundo novo. De pouco a pouco, comecei a buscar novidades ligadas à realidade atual. Quando percebi, tudo se alterou.

A primeira mudança está nos horários. Mantive o hábito de acordar cedo, mas alterei como as horas se arrastam pelo dia. Aceitei que não há mais como dedicar boa parte do dia às atividades físicas. Mas abracei, ao mesmo tempo, o foco em projetos pessoais. Separei um horário especial para trabalhar e me dedicar ao grupo de pesquisa. Mas encontrei, também, um espaço para olhar para dentro de mim, além das meditações matinais.

Ainda alterei o uso do espaço interno. Por que passar o dia no escritório, quando posso explorar a casa? Há uma mesa na varanda. Dá para trabalhar nela. Por que não? Da mesma forma, por que almoçar correndo se posso preparar a comida com calma e sentir o gosto em paz?

Tudo já está em ação, e o primeiro dia já foi um sucesso. Agora é só colher os frutos para ter uma vida mais saudável, mesmo sem sair de casa.

Rio de Janeiro, 18 de maio de 2020

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *